“Iremos avançar por São Luís”, diz Paulo Victor ao ratificar pré-candidatura a prefeito

O vereador e presidente da Câmara Municipal de São Luís, Paulo Victor, ratificou nesta manhã, em entrevista a TV Mirante,… [ ]

13 de setembro de 2023

O vereador e presidente da Câmara Municipal de São Luís, Paulo Victor, ratificou nesta manhã, em entrevista a TV Mirante, sua pré-candidatura a prefeito da capital maranhense.

Filiado ao PSDB, partido do campo de apoio do governador Carlos Brandão (PSDB), PV avaliou que o sentimento de avanço cresce diariamente, principalmente devido ao fato dos apoios que detém – são 25 vereadores, dos 31, além de centenas de lideranças comunitárias, por exemplo – e das manifestações de carinho que vem recebendo dos moradores dos mais variados bairros.

“Sou pré-candidato a prefeito com o sentimento de gratidão. O povo está levando o meu nome, além do incentivo diário que recebo de amigos e apoiadores. Nosso nome avança e nós continuaremos avançando por São Luís”, disse o pré-candidato, que já figura entre os quatro primeiros colocados, de acordo com pesquisa recente do Instituto Premier.

Paulo Victor lembrou do seu crescimento político, quando deixou de ser suplente de vereador e passou a ser um dos parlamentares mais bem votados do pleito de 2020, tendo sido eleito, no ano seguinte, para o comando do Palácio Pedro Neiva de Santana.

Também destacou a experiência exitosa como secretário de Estado da Cultura e coordenador das campanhas vitoriosas de Carlos Brandão e Luiz Inácio Lula da Silva (PT), reeleito e eleito em 2022, respectivamente.

Sobre os trabalhos legislativos, avaliou como extremamente positivos, destacando o papel importante da Câmara no que se refere a defender os interesses da sociedade ludovicense e trabalhar para corrigir erros ou equívocos do Executivo.

Informou que a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e LOA (Lei Orçamentária Anual) serão apreciadas em breve pelo parlamento.

Adiantou que a gestão do prefeito Eduardo Braide (PSD) cometeu alguns equívocos, por exemplo, ao aumentar substancialmente o orçamento de Secretarias com caráter mais técnico e político, não incrementando orçamentos de pastas como Saúde e Educação.

“Estes equívocos iremos corrigir apresentando emendas parlamentares”, disse.

via: glaucioericeira

0 Comentários

Deixe o seu comentário!